Barra de temperatura

A luz através das gotas de chuva condensadas no vidro janela. A luz refletida no asfalto molhado de chuva. O melhor da chuva vem depois dela. A fotografia fica mais à vontade nessas horas. Atrás da janela, tento oscilar o foco, do prédio além para a gota estacionada. Da gota estacionada para o prédio além. O meio termo é um bokeh mal engembrado. Corro a barra da temperatura para a esquerda. Frios tons. Para a direita. Quente. Frio. O azul combina com a noite chuvosa. Abro as portas para o vento circular. Em Fortaleza, frio só o do Photoshop.

Anúncios